Top 20 – Álbuns ao Vivo (parte 7)

No sé si es Baires o Madrid (2008), Fito Paez.

No sé si es Baires o Madrid (2008), Fito Paez.

Fito Páez não é o meu cantautor argentino preferido. Considero a sua voz num tom pouco acima do ideal, mas ainda assim tenho parte bem considerável de sua discografia, pois Fito é um artista complexo, criativo e apaixonado. Quando acerta na veia, sai de baixo!

Neste show gravado em Madri, no Palacio de los Congresos, em 24 de Abril de 2008, encontrava-se numa fase mais intimista, voz e piano. Para meu grandíssimo azar, foi justamente o show que fez no Canecão em um dia de semana e eu fiquei com preguiça de ir (era uma terça-feira, creio). Mal sabia eu que aquela turnê seria uma mostra do meu show preferido dele.

O que já tinha ouvido ao vivo dele não havia me agradado muito, realçando os aspectos que me fazia gostar dele pero no mucho. A princípio, não era pra eu comprar um disco ao vivo dele, mas achei o título tão charmoso (e o preço tão em conta) que resolvi comprar. Gostei tanto que parti pro DVD, muito mais completo e arrebatador.

Em No sé si es Baires o Madrid, Fito acerta o tom, encontra o equilíbrio ideal entre emoção, lirismo e harmonia. Quase inteiramente em piano e voz. Outros instrumentos, como guitarra, violão, trompete, violoncelo, são agregados pelos músicos convidados (todos residentes em Madri), com exceção de uma interpretação catártica sua só na guitarra em Ciudad de Pobres Corazones, uma das quatro canções presentes no DVD mas ausentes do CD.

O show também serviu para me apresentar alguns artistas espanhóis, nem todos devidamente explorados por mim (ainda). Só pela descoberta de Marlango, a banda da atriz/cantora/compositora Leonor Watling, o concerto já merece um lugar especial no meu coração. Os rapazes do Pereza ainda preciso conhecer melhor. Por outro lado, valeu o incentivo a comprar uma coletânea de Ariel Rot, que acompanha o anfitrião numa excelente versão de Giros, que até então era, para mim, apenas o guitarrista/compositor de Los Rodriguez. E ainda estão lá o cubano Pablo Milanés e a cantora/atriz espanhola Gala Évora, entre outros.

O show marca também o reencontro de Fito com Joaquín Sabina, que merece um dos extras no DVD, que terminaram brigados as gravações de Enemigos Íntimos, álbum que lançaram juntos em 1998.

Contigo, com Fito Paez e Joaquín Sabina.

Explore posts in the same categories: Fito Paez, Rock/Pop Latino, Top 20 - Álbuns ao Vivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: