Archive for the ‘Sociedade da Grã-Ordem Kavernista’ category

Sessão das 10

03/04/2010

Sociedade da Grã-Ordem Kavernista apresenta Sessãodas 10 (1971), Raul Seixas, Sérgio Sampaio, Edyr e Miriam Batucada.

Como muitos, sabia muito pouco sobre esse disco. Achava que era apenas o segundo disco de Raul Seixas, depois de Raulzito e seus Panteras. Mas Sessão das 10 se mostrou uma grata surpresa. A Grã-Ordem Kavernista se apresenta como uma versão escrachada da Tropicália. Em vez de girar em torno da dupla Caetano e Gil, gira ao redor de Raul Seixas e Sérgio Sampaio. E neste segundo está a razão da minha surpresa.

Tinha lá em casa uma coletânea de MPB dos anos 70 (em vinil, claro) com zilhões de artistas. O disco era tão compactado que a agulha parecia ter dificuldades em se equilibrar nos sulcos. Tinha Caetano numa versão antológica ao vivo de Tudo se transformou. Uma versão igualmente ao vivo e antológica de Gal cantando Trem das Onze. E ainda Elis, Luís Melodia, Jorge Ben etc. E lá estavam Raul, com Ouro de Tolo, e o então desconhecido, para mim, Sérgio Sampaio, com a hilária Cala a boca Zebedeu.

Deparar-me com o disco onde Raul e Sérgio dividem as composições foi um presente e tanto. São trinta minutos, 11 faixas, sendo a maior de 3 minutos. Ou seja, vai direto ao ponto, enxuto, sem enrolação. Um disco muito divertido! Lembram de Antônio Carlos e Jocafi? Também comparecem com uma composição. O ponto menos interessante do disco são as duas intervenções de Miriam Batucada, que, ao contrário do que o nome sugere, carece da ginga necessária. Já Edyr (posteriormente Edyr Star) se apresenta em melhor forma nas suas duas faixas, especialmente na faixa título, Sessão das 10.

Por falar em Ouro de tolo, acima citada, algumas composições antecipam o tema. Já Dr. Paxeco lembra a habilidade de Raul em pegar emprestado temas musicais alheios. Nenhum fã dos Beatles deixará de reconhecer certa semelhança com I am the Walrus.  Um achado do disco são as vinhetas, nas quais os hippies parecem ser a principal vítima.

– Oi? É o Serginho Maneiro? É verdade que agora você é hippie?

– Podes crer…